A Secretaria Estadual LGBT do PT Paulista, por meio de nota, manifesta repúdio a ação do Governador João Doria (PSDB) de recolher material didático do 8º ano que, segundo, através de rede social, continha um "erro” e que o governo “não aceitaria apologia à ideologia de gênero”.

 

Na contramão da diversidade, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) manda retirar livro didático, o qual cita a questão da identidade de gênero. Posição preconceituosa, retrógada e que anda de braços dados com os pensamentos do presidente, Jair Bolsonaro (PSL).

 

Além da irresponsabilidade com os recursos públicos, João Doria demonstra seu despreparo para ocupar o cargo, não obtendo qualquer intimidade com a politica educacional e o desconhecimento sobre a vida real e a dinâmica da sociedade.

 

É fundamental que um governo atue para a construção de uma sociedade melhor, mais pacifica, onde as pessoas não sejam discriminadas, agredidas e ate mesmo mortas pelo simples fato de amar ou ser.

 

Independente da opinião pessoal do Governador João Doria, as pessoas LGBTI+, que moram no Estado de São Paulo, merecem respeito e atenção, ignorá-las na formulação das politicas publicas é uma irresponsabilidade.

 

Secretaria Estadual LGBT do PT Paulista.

Ler 1185 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top