A moda representa uma forma de aprisionamento para muitas mulheres pela imposição de padrões de beleza inatingíveis, mas não deveria ser assim. A prova disso é que mulheres estão subvertendo essa ideia para produzir conceitos e roupas inclusivos e repletos de diversidade. Algumas dessas iniciativas estão reunidas no Festival Elas por Elas, em desfile realizado neste sábado (03).

Carla Nogueira, responsável pelo Estúdio Carlota, uma das marcas que participa do evento afirma que esses padrões são cruéis e que nunca se viu encaixada neles. A partir dessa inquietação, a potiguar criou uma marca de camisetas que atende mulheres plus size e estampam frases de empoderamento. A ideia, segunda ela, é “enaltecer o respeito ao corpo”.

O princípio também se manifesta no projeto Elas Desfilam promovido pelas secretarias de Mulheres e de Culturado Partido dos Trabalhadores. A iniciativa envolve 60 mulheres que atuam da concepção, aos processos produtivos, músicas e desfile. Uma das responsáveis pelo projeto, a design carioca Vivi Martins, da Coletivo Nacional de Cultura, explica que a ideia da coleção é mostrar um Brasil real” com toda sua diversidade.

Ao fazer isso, envolvendo mulheres de diferentes estados também na etapa produtiva, a iniciativa empodera outras regiões do Brasil que estão distantes do eixo São PauloRio de Janeiro onde a moda comercial se concentra. “Com isso, forma-se uma cadeia produtiva. Não é o desfile pelo desfile. É uma rede de economiacriativa e solidária”.

Nesse contexto, ela considera que o Festival Elas por Elas é uma importante janela para que essas mulheres possam expor os seus trabalhos para pessoas de todo país. “Elas veem que tem outras mulheres fazendo as mesmas coisas e veem que não estão sozinhas”, ressalta.

A antropóloga Dayana Molina, do Coletivo Nacional de Mulheres, que também participa do Elas Desfilam, conta que trabalhou 12 anos no grande mercado de moda e, há cinco anos, decidiu romper com esse padrão. “Vejo a moda como um conceito de liberdade, mais que uma forma de vestir, é resistência, uma forma de expressar quem se é”. E acrescenta que “nossos corpos são políticos”

Festival Elas por Elas

O festival teve início nesta sexta-feira (02), com uma mesa de abertura sobre a participação das mulheres napolítica e empoderamento feminino. Até domingo (04) atrações culturais de mais de 20 estados brasileiros vão passar pelo evento. A programação conta ainda com uma série de oficinas, mesas, debates e shows.

Fonte: PT Nacional. 

 

 

Ler 53 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top