A preferência dos brasileiros pelo ex-presidente Lulapara a Presidência da República nas eleições de 2018 fica a cada dia mais evidente. Segundo a pesquisa do instituto MDA encomendada pela Confederação Nacional de Transportes (CNT)apresentada nesta segunda (14), Lula teria de 63,82% a 85,51% dos votos válidos – excluídos brancos, nulos e indecisos – em todos os cenários de segundo turno nos quais aparece.

Confrontado com Lula, Geraldo Alckmin teria 30,3% dos votos válidos frente a 69,6% do petista. ContraJair Bolsonaro (36,1%), Lula teria 63,8% dos votos válidos. Frente a Henrique Meirelles (22%), Lula se sobressai com 78%. Na disputa com Marina Silva (32%), Lula ficaria com 67,9% dos votos válidos.

A vitória mais acachapante em um cenário de segundo turno seria contra Michel Temer, que teria apenas 14,4% dos votos, frente a 85,5% da preferência por Lula.

Na pesquisa Datafolha de janeiro, Lula aparecia com 59% a 62% dos votos válidos no 2º turno.

No primeiro turno, pela pergunta de intenção de voto estimulada, na qual são apresentados os nomes dos presenciáveis, a preferência por Lula é de 32,4%. Jair Bolsonaro aparece em segundo lugar (16,7%), seguido de Marina Silva (7,6%), Ciro Gomes (5,4%), Geraldo Alckmin (4%) e Álvaro Dias (2,5%). Outros candidatos não chegam a 1%.

Na pergunta de intenção de voto espontânea, na qual nenhum nome é apresentado, Lula fica com 18,6% da preferência do eleitor, mesmo valor registrado no mês de março. Jair Bolsonaro (12,4%) vem na sequência, seguido de Ciro Gomes (1,7%), Marina Silva (1,3%), Geraldo Alckmin (1,2%), Joaquim Barbosa (1%) e Álvaro dias (0,9%). Outros candidatos somaram 1,8%.

A pesquisa CNT/MDA foi realizada em 137 municípios, com 2.002 entrevistas entre 9 e 12 de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de taxa de confiança. A pesquisa foi registrada no TSE com o número BR-09430/2018.

Da redação da Agência PT de notícias.

 

Ler 156 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top