As gestões petistas na cidade de São Paulo sempre agiram com transparência e rigor.  Assim foi quanto ao Transporte Coletivo feito por ônibus. Antes de assumirmos o governo, de 2001 a 2004, já havia denúncias de completa desorganização do sistema e ação de clandestinos.

Na época, se noticiava que organizações criminosas, como o PCC, estariam dominando parte do serviço. Logo de início, retiramos de circulação os transportadores irregulares ao apreender seus veículos.

Ao mesmo tempo, acionamos a Polícia para a tomada de providências na área criminal.

Nossa administração fez uma das mais importantes reestruturações nessa área. Realizamos um processo licitatório cuidadoso e transparente para que a regularidade voltasse ao setor. O que significou trazer para a legalidade quem antes não cumpria as regras. Inclusive, essa concorrência mereceu elogios por parte de especialistas.

Além disso, as linhas de ônibus foram equalizadas para melhorar o atendimento dos passageiros. As empresas, grandes ou pequenas, passaram a ter responsabilidades para atuar.

Esse procedimento organizacional precisou ser retomado em nosso governo de 2013 a 2016, quando tivemos de fazer alterações e correções, lembra Jilmar Tatto, secretário de Transportes em ambas as gestões. Isto ocorreu porque a cidade tinha crescido, novas linhas foram acrescentadas ou alteradas, porém, sem planejamento das gestões de outros partidos que nos antecederam.

Ler 241 vezes
Marcado sob

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top