Após a confirmação da aliança nacional entre PT ePCdoB, fechada na noite de ontem, foi anunciada hoje, na sede do PT no Rio de Janeiro, a chapa da coligação PT-PCdoB ao governo do Estado do Rio: a candidata Marcia Tiburi, do PT, terá como vice Leonardo Giordano, do PCdoB (até ontem candidato ao governo).

Completa a chapa ainda a candidatura do petistaLindbergh Farias, que concorre à reeleição ao Senado, e de Luis Inácio Lula da Silva à presidência, representado e podendo ser substituído porFernando Haddad, e Manuela D’Ávila (PCdoB) como vice.

A chapa Marcia Tiburi-Leonardo Giordano é a principal candidatura progressista ao Estado do RJ e tem a marca da renovação na política e da juventude.

“Nossa candidatura representa uma esquerda que não tem medo de se unir pela causa comum contra a desigualdade. Estou muito feliz de ter Leonardo Giordano como vice para construir um outro futuro para o RJ, com emprego e garantia de direitos para todas as pessoas”, disse Marcia Tiburi.

Leonardo Giordano expressou seu orgulho em fazer parte de uma chapa encabeçada por uma mulher, e que “representa a transformação e o reencantamento da esperança”.

Marcia Tiburi tem 48 anos e concorre ao seu primeiro cargo político. É doutora em filosofia, professora universitária e autora de 28 livros. Nascida em Vacaria, no Rio Grande do Sul, é filiada ao PT desde o início do ano. O convite a se candidatar ao governo do Estado do Rio de Janeiro, onde mora há pouco mais de quatro anos, veio do próprio Lula.

Vereador pelo PCdoB há três mandatos em Niterói, Leonardo Giordano tem 38 anos e é considerado um dos melhores parlamentares da cidade, tendo aprovado 52 leis no município. Giordano foi subsecretário de Defesa do Cidadão e Consumidor; subsecretário do Meio Ambiente e subsecretário de Orçamento na gestão do prefeito Godofredo Pinto, em Niterói. Nascido em São Fidélis, Giordano vive em Niterói desde 1994.

Por Lula.com.br

Ler 32 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top