Luiz Marinho, candidato da coligação “São Paulo do Trabalho e de Oportunidades – PT/PC do B” ao governo do Estado de São Paulo, ingressou no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), nesta segunda-feira (24), com representação contra o candidato do MDB, Paulo Skaf, por uso eleitoreiro do Sesi (Serviço Social da Indústria).


Na representação, Marinho argumenta que tem ocorrido um maciço uso da publicidade institucional das entidades sob comando de Paulo Skaf (que é presidente licenciado da Fiesp) para fins eleitorais no horário eleitoral gratuito e, notadamente, desde o final do segundo semestre de 2017.


O candidato do PT lembra na representação que chama a atenção o fato de que 54% das doações a Skaf são de pessoas ligadas ao Sistema S, [que gere as escolas Sesi e Senai], como indica matéria jornalística do site do jornal “Folha de S.Paulo”.


Outro argumento de Marinho é que o Sistema S recebe recursos públicos. Tanto que, no documento protocolado na Justiça Eleitoral, a coligação do candidato petista alega que, em 2014, Skaf, também em campanha eleitoral, foi advertido pelo TSE (Tribunal Superior eleitoral) pelo uso dessas imagens.

Ler 732 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top