No dia 27 de agosto de 2016 o filho de Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo Bolsonaro (PSL), que é deputado federal por São Paulo, viajou do Rio de Janeiro até Florianópolis, capital de Santa Catarina, utilizando passagem comprada com verba da cota parlamentar. No dia seguinte, publicou fotos nasredes sociais, divertindo-se em um clube de tiro. As informações são da Folha.

A cota parlamentar é direito de todos os deputados federais, com a condição de que usem quando há interesse público. Segundo a legislação que regulamenta o uso dos recursos, a cota é “destinada a custear gastos exclusivamente vinculados ao exercício da atividade parlamentar”.

Eduardo Bolsonaro já ficou conhecido por aumentar seu patrimônio em 432% desde 2014, segundo comparação entre as declarações de bens entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Durante o mandato iniciado em 2015, o filho do presidenciável Jair Bolsonaro fez viagens frequentes para o litoral catarinense, onde tem amigos e pratica o tiro esportivo. Ele também foi para o Rio Grande do Sul, onde sua atual namorada, a consultora e psicóloga Heloísa Wolf, morava e estudava até julho do ano passado.

Entre outubro de 2015 e outubro de 2016, como é possível constatar em prestações de conta no sistema de transparência da Câmara, o gabinete de Eduardo pediu reembolso para 21 passagens que tinham como origem ou como destino Florianópolis e uma cidade vizinha, Navegantes.

No mesmo período, a prestação de contas pede reembolso para outras 13 passagens que tiveram como destino ou como origem Porto Alegre e Caxias do Sul.

Ao todo, Eduardo Bolsonaro gastou em apenas 12 meses, R$ 224,5 mil de sua cota parlamentar em passagens aéreas. Apenas com as passagens relativas ao litoral catarinense foram R$ 21 mil, além de outros R$ 19 mil em passagem para o Rio Grande do Sul.

Ao longo do mandato que se encerra no fim deste ano, além de passagens para esses destinos, Bolsonaro viajou para Fortaleza, João Pessoa, Salvador.

No dia 17 de outubro de 2015, o deputado foi fotografado ao lado do pai e de outros dois amigos no Oktoberfest, em Blumenau (SC), todos eles sentados a uma mesa onde havia canecas e latas de cerveja.  Um dia antes de posar na festa, Eduardo comprou passagens para a capital catarinense e, no dia 18, a volta de Navegantes para o Rio. Os voos também foram adquiridos com recursos da cota parlamentar.

No dia 10 de julho de 2016, Eduardo comemorou seu aniversário junto a amigos em um restaurante japonês em Camboriú (SC). Segundo as notas apresentadas, ele gastou R$ 642 para ir do Rio de Janeiro para Navegantes no dia 10 e R$ 1.405 para ir de Navegantes para São Paulo no dia 11.

Naquele ano, Eduardo não compareceu a 5,3% das sessões deliberativas na Câmara, sendo que 3,2% das ausências não foram justificadas. Em 2017 esse número foi de 11,8% e 10%, respectivamente. Em 2018, as ausências subiram para 13,1%, sendo que 8,2% não foram justificadas. Os dados são do portal da Câmara dos Deputados.

Da redação da Agência PT, com informações da Folha

Ler 299 vezes

Partido dos Trabalhadores

O Partido dos Trabalhadores surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores e trabalhadoras das cidades e dos campos, militantes de esquerda, intelectuais e artistas.

Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980. O PT integra um dos maiores e mais importantes movimentos de esquerda da América Latina. Confira nossas redes sociais

 
 
 
 
 

Seja Companheiro!

Cadastre-se Online

Top